Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 17 de agosto às 22:04h, intensidade máxima III na freguesia de UrzelinaCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Fenómenos Naturais

Foto: BBC
09-12-2015 18:25
República Democrática do Congo
Chuvas torrenciais já mataram pelo menos 31 pessoas na República Democrática do Congo

​Chuvas torrenciais e consequentes cheias deixaram, em menos de três semanas, aproximadamente 20 mil desalojados e 31 mortos na capital da República Democrática do Congo, Kinshasa.

De acordo com o Ministro do Interior de Kinshasa, Emmanuel Akweti, desde o dia 19 de novembro foram contabilizados 31 mortos devido ao colapso de habitações, resultantes das chuvas torrenciais que atingiram a cidade com cerca de 10 milhões de pessoas.

A maioria dos incidentes ocorreu em zonas pobres dos distritos do sul e leste da cidade, nomeadamente ao longo das margens do rio Congo.

Segundo Alex Deakin, meteorologista da BBC, imagens de satélite daquela zona mostram ter chovido na passada semana, aproximadamente o que se esperava para um mês. A estação chuvosa de Kinshasa normalmente ocorre de outubro a maio, mas este ano só começou em meados de novembro, com um terço da precipitação média anual, ou seja, 450 mm em menos de três semanas. A chuva excessiva na capital está, provavelmente, relacionada com o El Niño. Este fenómeno está a provocar secas no sul de África e precipitação abundante na África central. 

É esperado que a situação chuvosa se mantenha até ao final do mês de dezembro, pelo que Akweti pede às pessoas que se situem em zonas inundadas ou próximas para evacuarem.


Fontes


BBC
business-standard.com
en-maktoob.news.yahoo.com

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.