Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 17 de agosto às 22:04h, intensidade máxima III na freguesia de UrzelinaCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Ciência

Planalto do Decão, Índia (Foto: https://www.marum.de/en/Lelia_Matos_4.html)
11-03-2016 18:00
 
Novo estudo aponta o vulcanismo como responsável pela extinção dos dinossauros

​Segundo um estudo dirigido pelo francês Eric Font, geólogo do Instituto Dom Luiz na Universidade de Lisboa, a extinção dos dinossauros pode ter sido causada por um supervulcão, localizado no planalto do Decão (Índia).

Sendo o vulcanismo em larga escala uma das possíveis causas da extinção em massa na Terra, e embora esta relação continue duvidosa uma vez que não se consegue estabelecer uma relação direta entre os fenómenos de vulcanismo e as extinções, agora há uma nova teoria que sustenta esta hipótese.

As emissões de gases com efeito de estufa e aerossóis ácidos resultantes das lavas do Decão terão tido um grande impacto no clima e biosfera do final do Cretácico. No entanto, o mercúrio, e por ter um tempo de residência muito elevado na atmosfera e consequente dispersão por todo o globo, também terá contribuído significativamente para esta extinção em massa. 

O geólogo francês e a restante equipa, detetaram altas concentrações de mercúrio em sedimentos marinhos, associados ao intervalo temporal que coincide com a extinção dos dinossauros e anteriores aos registos sedimentares de irídio, metal raro na crosta terrestre e abundante em meteoritos e asteroides. Segundo os cientistas do Instituto Dom Luiz, foi o mercúrio expelido por um gigantesco vulcão que envenenou 70 a 80 por cento dos seres vivos existentes há 66 milhões de anos. A fonte mais importante de mercúrio na Terra era proveniente das erupções magmáticas. 

Nesse período, e segundo os cientistas, ocorreram as erupções vulcânicas mais intensas no planalto do Decão, vulcão com o dobro do tamanho da atual França e que esteve em atividade durante milhares de anos, resultante em 80% da “montanha” rochosa hoje visível. 

A presença de concentrações anómalas de mercúrio foi detetada em rochas sedimentares na costa de Bidart em França, local de referência geológica para o estudo da transição do período Cretácico para o Terciário, o que contribui para a hipótese de que a erupção no planalto do Decão teve um impacto à escala global.

De futuro, a equipa de especialistas pretende avaliar a presença de mercúrio noutros locais do mundo com sedimentos da mesma época geológica, de modo a perceber quão global foi o impacto das erupções vulcânicas do planalto do Decão, e o desaparecimento de espécies.


Fontes


Observador

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.