Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Fenómenos Naturais

Fonte: Australian Bureau of Meteorology
28-03-2017 11:55
Austrália
Ciclone Debbie atinge nordeste da Autrália

​O ciclone Debbie, que atingiu esta segunda-feira a costa nordeste da Austrália, causou chuvas torrenciais, alguns danos e cortes de energia em dezenas de milhares de habitações. O plano de resposta a catástrofes naturais já foi ativado, no entanto, as autoridades australianas admitem que a avaliação total dos danos só poderá ser conhecida no decorrer dos próximos dias.

 
O ciclone atingiu o território australiano com categoria 4, a segunda mais grave numa escala de cinco (Escala de Saffir-Simpson), com rajadas de vento na ordem dos 196 km/h. Entretanto, nas últimas horas, diminuiu de intensidade passando a categoria 3. Na ilha de Hamilton, do grupo de Whitsunday, os ventos atingiram os 222 km/h.

 
Aproximadamente 2 mil habitantes da zona costeira de Bowen estão a aguardar evacuação e outros 25 mil da zona plana de Mackay foram aconselhados a procurar abrigo em zonas altas. Enquanto isso, a população de Queenslands foi obrigada a sair da cidade de comboio, dado que o aeroporto foi encerrado, bem como das cidades de Home Hill e Poserpine, contabilizando-se um total superior a 28 mil pessoas afetadas.

 
Acredita-se que o ciclone não tenha atingido ainda a sua velocidade máxima e prevê-se que, ao aproximar-se do continente Australiano, possa vir a atingir os 240 km/h e ondas com cerca de 8 metros de altura. Nas zonas mais altas há, ainda, o risco elevado de inundações.

 
A Proteção Civil de Queensland aconselha a população a abrigar-se em lugares seguros e aguardar indicações da polícia. Apesar de ainda não ser possível contabilizar todos os estragos, é possível confirmar para já que o Estado de Queensland é o território mais fustigado, bem como as ilhas turísticas de Whitsunday e o principal porto da zona, em Arlie Beach. O ciclone atingiu também a Grande Barreira de Coral, com ventos acima dos 270 km/h, temendo-se que tenha causado danos nos recifes.

 
Considerado um dos mais violentos ciclones da história a atingir o país, depois do ciclone Yasi em 2011, que levou ao encerramento de mais de 180 escolas e 230 creches, bem como dos aeroportos de Townssville e Machay, que se viram obrigados a cancelar todos os voos por tempo indeterminado.

 


Fontes


RTP
BBC
Observador

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.