Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Fenómenos Naturais

Inundações em Macau (Foto: SCMP)
23-08-2017 21:20
Macau
Tufão Hato causa cinco mortos e centenas de feridos ao passar em Macau

​A cidade de Hong Kong foi fortemente afetada esta quarta-feira, dia 23, depois de ter sido atingida pela que é considerada a maior tempestade dos últimos cinco anos, a qual tirou a vida a cinco pessoas na cidade vizinha de Macau e paralisou cidades inteiras da costa sul da China continental.
 
O tufão Hato alcançou o nível mais elevado no sistema de alerta de tempestades de Hong Kong pela primeira vez desde 2012, forçou o cancelamento de centenas de voos de e para a cidade e em torno da região. Este nível foi elevado passava pouco das 9 horas (hora local), no momento em que o tufão passava a cerca de 80 km de Hong Kong, tendo permanecido em vigor por cinco horas, enquanto que passava pela cidade com chuva torrencial e ventos com rajadas que atingiram 207 km/h. Hato chegou a cerca de 60 km de Hong Kong, antes de se dirigir para oeste em direção à China continental, onde gradualmente foi enfraquecendo. Os moradores foram alertados a estarem preparados para ventos destrutivos, possíveis inundações e movimentos de vertente e recomendados a que se afastassem de áreas baixas perto da costa, devido à possibilidade das ondas causarem inundações.
 
Vídeos publicados na internet mostram a intensidade dos ventos, arrastando automóveis, arrancando telhados de edifícios e destruindo guindastes de construção. Vários edifícios destinados a dormitórios temporários em locais de construção civil são arrastados e levados pelo vento como brinquedos.
 
O serviço Meteorológico da China informou que a tempestade obrigou a evacuação de milhares de pessoas nas regiões costeiras. Estações de comboios foram encerradas, barcos de pesca voltaram para o porto, quando se esperavam ondas de 10 metros de altura no Mar da China Meridional.
 
Macau foi a região mais fustigada pelo tufão, com a morte de cinco pessoas, cerca de 153 feridos e duas pessoas desaparecidas, avançaram as autoridades locais. Grande parte da cidade continua sem eletricidade. O Centro Hospitalar Conde de São Januário, o único hospital público de Macau, teve de ativar o gerador de “backup” para o fornecimento de iluminação de emergência e eletricidade, de modo a assegurar os serviços básicos.
 
Embora a intensidade da tempestade ter suspendido as ligações entre a península de Macau e a Taipa, as ligações aéreas e marítimas e obrigado a encerrar as fronteiras, no início da noite (hora local) as pontes foram parcialmente abertas e reiniciadas as viagens de barco e avião. Os serviços de telecomunicações afetados pelo corte de energia ainda não foram restaurados.
 
De acordo com o Observatório de Hong Kong, o nível de alerta de tempestades foi elevado a 10 apenas 14 vezes desde 1946, ou uma vez a cada 72 tempestades. A última vez que aconteceu foi com o Tufão Vicente em 2012.


Fontes


Diário de Notícias
South China Morning Post (SCMP)
The Guardian
Daily Mail

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.