Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 17 de agosto às 22:04h, intensidade máxima III na freguesia de UrzelinaCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Fenómenos Naturais

Trajetória prevista para o Furacão Irma (Imagem: Weather Underground)
06-09-2017 12:00
Caraíbas
Furacão Irma atinge a ilha de Barbuda, Antíguas

O furacão Irma atingiu, esta quarta-feira, dia 6 de setembro, a ilha de Barbuda, nas Antíguas. O “olho” do ciclone passou sobre a ilha pelas 2h (6h nos Açores), acompanhado por ventos que chegaram aos 295 km/h.

 

Sendo a maior tempestade jamais gerada no Atlântico, deverá ter efeitos catastróficos e provocar uma subida das águas até três metros. O National Hurricane Center (NHC) mantém o Irma em categoria 5, o nível mais elevado de classificação de furacões.

 

O furacão Irma é tão forte que está a ser detetado por sismómetros, equipamentos projetados para detetar sismos. Stephen Hicks, sismólogo da Universidade de Southampton, no Reino Unido, informou que à medida que o furacão se foi aproximando da ilha de Guadalupe, nas Caraíbas, os ventos fortes intensificaram o ruído de fundo registado nos sismogramas, devido à vibração do solo e do agitar de árvores que também transfere energia para o chão.

 

O furacão encaminha-se agora na direção de Porto Rico, República Dominicana, Haiti e Cuba, sendo esperado na Florida no fim-de-semana.

 

O primeiro-ministro das Bahamas, Hubert Minnis, ordenou, na terça-feira, a evacuação das ilhas do sul do arquipélago devido à aproximação do furacão. Segundo o próprio, a tempestade representa uma ameaça para as ilhas de Mayaguana, Inagua, Crooked Island, Acklins, Long Cay e Ragged Island. Os habitantes dessas ilhas vão ser evacuados de avião esta quarta-feira e deslocadas para Nassau, na ilha de New Providence. De acordo com o primeiro-ministro, esta será a maior evacuação por furacão na história das Bahamas.

 

Também a República Dominicana está a evacuar a população de Punta Cana, Puerto Plata e Samana para o Canadá. A companhia canadiana Air Transat está a ajudar nas operações e enviou dez aviões de passageiros para o arquipélago, onde deverão chegar esta quarta-feira da manhã.

 

Segundo o governador de Porto Rico, o Irma é muito mais perigoso que o furacão Harvey, que devastou recentemente Houston, a capital do Estado norte-americano do Texas, e os seus efeitos podem ser catastróficos.

 

Entretanto, o presidente norte-americano Donald Trump declarou estado de emergência na Florida, Porto Rico e nas Ilhas Virgens dos Estados Unidos devido à aproximação do furacão Irma. A declaração de estado de emergência autoriza o Departamento de Segurança Interna e a Agência Federal de Gestão de Emergências a coordenar os trabalhos de resposta a desastres nessas zonas.



Fontes


Público
TVI24
USA Today
National Hurricane Center
Weather Underground

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.