Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Fenómenos Naturais

Trajetória prevista para o Furacão Irma (Imagem: Weather Underground)
12-09-2017 11:15
Estados Unidos da América
Furacão Irma passa a depressão tropical

O Irma, o mais forte furacão registado no Atlântico, que atingiu no passado domingo, dia 10 de setembro, o estado da Florida como furacão de categoria 4, com ventos da ordem dos 209 km/h, diminuiu de intensidade na segunda-feira, estando atualmente como depressão tropical, de acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC).
 
Na sua passagem pelos Estados Unidos da América (E.U.A.), o Irma causou seis mortos na Florida, três na Georgia e um na Carolina do Sul, fortes inundações e 6,5 milhões de pessoas ficaram sem energia elétrica. Nas Caraíbas, onde os ventos atingiram 295 km/h, o furacão causou mais de 30 mortos.
 
Entretanto, o furacão Jose, que está atualmente como classificado como furacão de categoria 1, continua a deslocar-se na parte ocidental do oceano Atlântico, e está a cerca de 480 km a nordeste das Ilhas Turcas e Caicos. Segundo o NHC, O furacão deve passar a tempestade tropical, mas na próxima quinta-feira, dia 14, intensifica-se novamente para furacão de categoria 1, e assim deve permanecer até sábado, com ventos da ordem dos 145 km/h. No entanto, não será ainda esta semana que o furacão tocará terra.


Fontes


USA Today
Negócios
Weather Underground
National Hurricane Center
Foto de rosto: Joe Raedle/Getty Images

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.