Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:



Mundo ► Fenómenos Naturais

Danos provocados pela tempestade Leslie (Foto: Paulo Novais/LUSA)
15-10-2018 09:15
Portugal Continental
Leslie fustiga centro de Portugal Continental

A passagem da tempestade Leslie em território português continental deixou um rasto de destruição. Leslie entrou pela Figueira da Foz, e fustigou o centro do país. De acordo com as últimas atualizações, a passagem de Leslie por Portugal continental provocou 28 feridos ligeiros e 61 desalojados.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) mobilizou 8217 operacionais, que tiverem de responder a 2495 ocorrências, sobretudo relacionadas com queda de árvores e de estruturas, e movimentos de vertente.

O distrito mais afetado foi o de Coimbra, onde a tempestade, com um "percurso muito errático", se fez sentir com maior intensidade, segundo o comandante da ANPC, Duarte da Costa. Árvores caídas para as estradas, ramos por toda a parte, detritos, caixotes do lixo tombados e carros, montras e casas com vidros partidos são alguns dos sinais da tempestade. O concelho da Figueira da Foz foi o que mais sofreu, tendo a autarquia ativado o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil. No parque de campismo deste concelho, cerca de 80 rulotes ficaram danificadas ou destruídas, tendo algumas voado acima da vedação do parque e aterrado a cerca de 100 metros de distância. No distrito de Leiria houve varandas que desapareceram ou ficaram danificadas, e telhados que foram arrancados, tal como aconteceu no posto da Polícia Marítima. Também em Lisboa e em Setúbal se registou a queda de árvores.

Milhares de habitações ficaram sem energia elétrica e dezenas de voos foram cancelados em Lisboa e Porto.

Duarte da Costa salientou que não houve problemas de comunicações e que o sistema SIRESP foi o único que esteve sempre a funcionar, apesar de requerer reforços em locais onde a energia falhou.

Leslie atingiu o território continental como depressão pós-tropical, mas com ventos com "intensidades equivalentes a uma tempestade tropical", com rajadas acima dos 130 km/h, tendo a rajada máxima atingido 176 km/h. O período crítico ocorreu entre as 23:00 (UTC+1) de sábado (dia de outubro) e as 04:00 (UTC+1) de domingo (dia 14 de outubro).


Fontes


Diário de Notícias
Jornal de Notícias
Sábado
Rádio Comercial
RTP
TVI
Correio da Manhã

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.