Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:



Mundo ► Fenómenos Naturais

Euronews
06-03-2019 10:40
Afeganistão e Paquistão
Cheias rápidas no Afeganistão e Paquistão provocam destruição e mortos

Pelo menos 45 pessoas morreram após chuvas torrenciais, cheias rápidas e queda de neve afetarem diferentes partes do Paquistão e do Afeganistão.


Pelo menos nove pessoas morreram nas Áreas Tribais Administradas Federalmente do Paquistão (FATA), três morreram na província de Khyber Pakhtunkhwa e 13 no Baluchistão, onde pelo menos nove distritos foram afetados pelas cheias, de acordo com Imran Zarkon, chefe da autoridade provincial de gestão de desastres.


No Afeganistão, há registo de pelo menos 20 mortos devido a cheias rápidas na província de Kandahar, localizada no sul do país. A chuva torrencial destruiu cerca de 2000 edifícios, incluindo habitações, escolas e mesquitas, e arrastou veículos. Pelo menos 10 pessoas, incluindo crianças encontram-se desaparecidas.


O Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários informou que a cidade de Kandahar e províncias vizinhas sofreram vastas inundações, tendo-se registado 97 mm de precipitação em menos de 30 horas. O vice-governador de Kandahar, Abdul Hanan Moneeb, disse que a inundação foi a pior dos últimos sete anos. Acrescentou que muitos pastores nómadas estavam acampados com os seus rebanhos na área afetada pelas cheias, e que 400 famílias foram resgatadas pelo exército afegão, desde que as cheias começaram na noite da passada sexta-feira.


As operações de resgate estão, contudo, a ser dificultadas pela precipitação intensa que ainda se regista na zona. Desastres como avalanches e cheias atingem frequentemente as áreas montanhosas e os vales fluviais do Afeganistão, à medida que a neve se derrete na primavera e no verão. Isso é agravado pela desmatação. O forte nevão que se registou este inverno gerou receios de ocorrência de cheias severas à medida que a primavera se aproxima, após anos de seca devastadora no país. Quase 50 pessoas morreram a 12 de fevereiro devido a inundações no Afeganistão, segundo a Organização das Nações Unidas.



Fontes


Aljazeera
RSOE EDIS

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.