Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 17 de agosto às 22:04h, intensidade máxima III na freguesia de UrzelinaCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Outras

 
02-10-2020 10:20
 
"Amigos do CTBT" pedem a proibição permanente de testes de armas nucleares

No dia 1 de outubro, às 16:00 CEST (14:00 UTC), os Ministros das Relações Externas da Austrália, Canadá, Finlândia, Alemanha, Japão e Holanda, os “Amigos do CTBT” divulgaram uma mensagem de vídeo onde pedem a entrada em vigor do Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares (CTBT), que proíbe todas as formas de testes de armas nucleares.
 
Devido à pandemia COVID-19, os Ministros das Relações Externas dos Amigos do CTBT não podem, pela primeira vez desde 2002, realizar a Reunião Ministerial bienal endossada por muitos países na semana de alto nível da Assembleia Geral da Nações Unidas.
 
No vídeo, o Ministro das Relações Externas japonês Motegi Toshimitsu sublinhou que não se devem repetir as tragédias de Hiroshima e Nagasaki e que a condenação mundial contra os testes nucleares da Coreia do Norte demonstra o fortalecimento do senso de norma contra os testes nucleares. A Ministra das Relações Externas da Austrália, Marise Payne, acrescentou que foram conduzidos mais de 2000 testes nucleares antes do CTBT.
 
O Ministro das Relações Externas da Alemanha, Heiko Maas, afirmou que, até que o CTBT entre em vigor, os “Amigos do CTBT” continuarão a fazer lobby pelo tratado. Stef Blok, Ministro das Relações Externas da Holanda, realçou a utilidade dos dados do CTBT para alerta de desastres e ciência, nomeadamente na chegada das monções, no impacto de meteoritos, nos padrões de migração de baleias e erupções vulcânicas. O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, e a Secretária Executiva da Organização do Tratado de Proibição de Testes Nucleares Abrangentes, Dra. Lassina Zerbo, também prometeram o seu apoio ao CTBT na sua qualidade oficial.
 
O CTBT proíbe todas as explosões nucleares, dificultando quer o desenvolvimento inicial de armas nucleares, quer aperfeiçoamentos significativos (como bombas de hidrogénio). O tratado também ajuda a prevenir danos causados por testes nucleares a humanos e ao meio ambiente.
 
Até à data, o CTBT foi assinado por 184 estados e ratificado por 168. Para entrar em vigor requer que 44 estados “detentores de tecnologia nuclear” o ratifiquem. No entanto, oito deles ainda não o fizeram: China, República Popular Democrática da Coreia (RPDC), Egito, Índia, Irão, Israel, Paquistão e os Estados Unidos da América (China, Egito, Irã, Israel e os EUA já assinaram o tratado).
 
Neste momento, está quase completo um regime de verificação para monitorizar o globo em busca de explosões nucleares; mais de 90% das 337 instalações planeadas do Sistema de Monitorização Internacional já estão em operação. O sistema demonstrou do que é capaz, detetando cada um dos testes nucleares da RPDC conduzidos desde 2006.
 
Assista ao vídeo aqui: https://youtu.be/lNyPNotUngY.


Fontes


CTBTO

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.