Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:0f6ed1b7-e873-41ed-ad26-8807617647d8


Mundo ► Fenómenos Naturais

Coluna de cinzas do vulcão Sangay no dia 6 de fevereiro de 2022. Foto: Twitter @IGecuador in El Comercio
08-02-2022 14:30
Equador
Cinzas do vulcão Sangay poderão atingir quatro províncias no Equador

De acordo com imagens de satélite de hoje, 8 de fevereiro, desde as 04:30 hora local, uma ampla nuvem de cinzas, emitidas pelo vulcão Sangay (Equador), atingiu cerca de 8 km de altura, semelhante ao que se tem observado nos períodos de maior atividade durante o atual período eruptivo.

Apesar da sua localização remota, do lado leste da Cordeilheira dos Andes, segundo o Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica Nacional do Equador, há uma alta probabilidade de ocorrer queda de cinzas nas províncias de Chimborazo, Bolívar, Los Ríos e Guayas, localizadas a oeste e noroeste do vulcão. No passado dia 3 de fevereiro, o vulcão registou quatro episódios de emissão de cinzas, que atingiram alturas de cerca de 1500 metros acima do nível da cratera. O instituto recomenda a população a seguir e tomar as medidas consideradas pertinentes para este tipo de situações.

A atividade vulcânica mantém-se ativa desde janeiro de 2021, com explosões e emissão de cinzas, dióxido de enxofre (SO2), material incandescente, fluxos de lava e lahars.

O vulcão Sangay está localizado na Cordilheira dos Andes, na província de Morona Santiago (Amazónia do Equador), e a sua frequente atividade tem sido caracterizada pela emissão de cinzas e pela formação de fluxos piroclásticos, lahars e fluxos de lava, relatados desde 1628. A sua localização remota do lado leste da cordilheira dificulta as observações do solo, sendo observável muitas vezes através de câmaras web e de satélites.
 


Fontes


El Comercio
Smithsonian Institution – Global Volcanism Program
Volcano Discovery

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:0f6ed1b7-e873-41ed-ad26-8807617647d8
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.