Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/ensino. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/ensino. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



 Dinâmica de Vertentes

Conteúdo Programático


1. DINÂMICA DE VERTENTES
1.1. Processos morfogenéticos
1.2. Impacte socioeconómico dos movimentos de vertente

 

2. TIPOLOGIA E ATIVIDADE DOS MOVIMENTOS DE VERTENTE
2.1. Terminologia, classificação e atividade
2.2. Morfologia e dimensões

 

3. MECÂNICA DE SOLOS E ESTABILIDADE DAS VERTENTES
3.1. Forças atuantes
3.2. A pressão intersticial na resistência ao corte
3.3. Resistência ao corte de pico e ao corte residual

 

4. CAUSAS DOS MOVIMENTOS DE VERTENTE
4.1. Fator de Segurança
4.2. Fatores condicionantes e desencadeantes de instabilidade

 

5. METODOLOGIAS DE ANÁLISE E AVALIAÇÃO DO RISCO
5.1. Identificação e inventariação de movimentos de vertente
5.2. Modelos físicos de avaliação da estabilidade de vertentes
5.3. Esquema conceptual do risco
5.4. Suscetibilidade e perigosidade geomorfológica

 

6. TÉCNICAS DE MONITORIZAÇÃO
6.1. Monitorização geodésica
6.2. Monitorização geofísica
6.3. Monitorização hidrológica 

S. Miguel, Mosteiros, 2003 (Foto: IVAR)

Docente(s)


Error rendering web part: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/ensino. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Stack trace: at Microsoft.SharePoint.SPSite..ctor(SPFarm farm, Uri requestUri, Boolean contextSite, SPUserToken userToken) at Microsoft.SharePoint.SPSite..ctor(String requestUrl) at Cybermap.Sharepoint.Extensions.GetFileFromURL(String url) at Cybermap.SharePoint.AssociationsDisplay.AssociationDisplay.AssociationDisplay.Render(HtmlTextWriter writer)
Site:/pessoal/
List:Páginas

Informação Adicional


Objetivos de Aprendizagem

  • Apreender os conceitos e os princípios básicos inerentes ao estudo dos fenómenos de instabilidade geomorfológica;
  • Caracterizar a tipologia e atividade dos movimentos de vertente;
  • Entender os processos mecânicos e dinâmicos que caracterizam os movimentos de vertente;
  • Identificar e compreender os fatores e as condições que determinam a ocorrência de movimentos de vertente;
  • Conhecer os métodos e as técnicas utilizadas na avaliação e validação do risco de movimentos de vertente;
  • Identificar e perceber os princípios das diferentes técnicas de monitorização de vertentes.

Anexos