Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/ensino. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/ensino. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



 Hidrogeologia

Conteúdo Programático


1. HIDROGEOLOGIA: EVOLUÇÃO HISTÓRICA E FONTES DE INFORMAÇÃO


2. NOÇÕES DE HIDRODINÂMICA
2.1. Tipos de aquíferos
2.2. Conceito de potencial hidráulico e parâmetros hidrodinâmicos fundamentais
2.3. Dedução da equação de fluxo para meio saturado (coordenadas cartesianas e polares)
2.4. Fluxo em meio fraturado e não saturado

 

3. HIDRÁULICA DE CAPTAÇÕES DE ÁGUA
3.1. Ensaios de bombagem a caudal constante
3.2. Ensaios escalonados

 

4. NOÇÕES DE HIDROGEOQUÍMICA
4.1. Composição química da água subterrânea e reações químicas que a modificam
4.2. Amostragem e análise química
4.3. Conceito de atividade, equilíbrio químico e índice de saturação
4.4. Ferramentas isotópicas

 

5. POLUIÇÃO DA ÁGUA SUBTERRÂNEA
5.1. Tipos de contaminantes e focos
5.2. Dedução da equação de transporte de massa.

5.3. Métodos de remediação

5.4. Vulnerabilidade à poluição

 

6. MEIOS AQUÍFEROS
6.1. Rochas sedimentares carbonatadas e detríticas
6.2. Rochas ígneas e metamórficas
6.3. Rochas vulcânicas

 

7. HIDROGEOLOGIA DE PORTUGAL

 

Docente(s)


Error rendering web part: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/ensino. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Stack trace: at Microsoft.SharePoint.SPSite..ctor(SPFarm farm, Uri requestUri, Boolean contextSite, SPUserToken userToken) at Microsoft.SharePoint.SPSite..ctor(String requestUrl) at Cybermap.Sharepoint.Extensions.GetFileFromURL(String url) at Cybermap.SharePoint.AssociationsDisplay.AssociationDisplay.AssociationDisplay.Render(HtmlTextWriter writer)
Site:/pessoal/
List:Páginas

Informação Adicional


Objetivos de Aprendizagem

  • Reconhecer a Hidrogeologia como disciplina e a sua evolução;
  • Identificar os vários tipos de aquífero e dominar o conceito de potencial hidráulico;
  • Compreender o significado dos parâmetros hidrodinâmicos e desenvolver a equação de fluxo em meio saturado (coordenadas cartesianas e polares);
  • Deduzir e aplicar as soluções propostas para ensaios de bombeamento de acordo com o tipo de aquíferos;
  • Identificar os constituintes dissolvidos e descrever as reações químicas que afetam a composição da água subterrânea;
  • Dominar os fundamentos dos procedimentos de amostragem e análise de AS;
  • Compreender os mecanismos que regem a poluição da água subterrânea e desenvolver a equação de transporte de massa;
  • Identificar os métodos mais usuais de remediação de água contaminada;
  • Compreender o conceito de vulnerabilidade à poluição e interpretar a sua expressão cartográfica;
  • Reconhecer as grandes unidades hidrogeológicas de Portugal, relacionando-as com o contexto geológico e as suas características.

Anexos