Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 8 de agosto às 08:06h, intensidade máxima III/IV na freguesia de VelasCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Mundo ► Ciência

Imagem: NASA Earth Observatory
06-08-2021 11:00
Grécia
Frequência eruptiva de Santorini influenciada por oscilações do nível do mar

De acordo com um estudo recentemente publicado na revista científica internacional Nature Geoscience, o vulcão Santorini (Grécia) apresenta uma frequência eruptiva mais elevada quando o nível do mar desce abaixo do nível atual.

O estudo compara a história eruptiva do vulcão dos últimos 360 mil anos com o registo do nível do mar de alta resolução abrangendo os últimos quatro ciclos glacial-interglaciais. A simulação numérica mostra que quando o nível do mar desce cerca de 40 metros abaixo do nível atual, as tensões de tração induzidas no teto da câmara magmática do vulcão Santorini desencadeiam injeções de filões. À medida que o nível do mar continua a descer para -70 a -80 metros, a tensão de tração induzida expande-se por todo o teto da câmara magmática, de forma a que alguns filões alcançam a superfície, originando erupções vulcânicas. De acordo com a simulação, deve levar cerca de 13.000 anos para que as fissuras cheguem à superfície. Da mesma forma, a atividade vulcânica desaparece gradualmente depois do nível do mar subir acima de -40 metros. Depois da subida do nível da água, deve levar cerca de 11.000 anos para que as fissuras selem e as erupções cessem.
 
Com efeito, 208 de 211 erupções, quer efusivas quer explosivas, ocorreram durante períodos restritos em que o nível do mar desceu abaixo de -40 m e subidas subsequentes, sugerindo um forte controlo do nível do mar no momento das erupções em Santorini. Christopher Satow, investigador principal do estudo, avança que, dado que a última vez que o nível do mar esteve 40 metros abaixo do nível atual foi há cerca de 11.000 anos, e uma vez que o nível do mar continua a subir devido às alterações climáticas, espera-se que o vulcão entre num período de relativa acalmia agora. Contudo, relembra que duas grandes erupções da história do vulcão ocorreram em períodos de nível do mar elevado, pelo que não deve ser descartada a possibilidade de futuras erupções violentas.

Este resultado aplica-se provavelmente a muitas outras ilhas vulcânicas do mundo. Satow explica que muitos vulcões estão provavelmente sujeitos aos efeitos do nível do mar, com uns mais sensíveis que outros. Esses efeitos dependerão da profundidade das câmaras magmáticas que alimentam cada vulcão e das propriedades da crosta circundante.

Santorini é um dos vulcões com caldeira mais espetaculares do mundo. A violenta erupção explosiva que ocorreu em 1600 A.C., na Idade do Bronze soterrou a cidade minóica de Akrotiri.


Fontes


Nature Geoscience
Science News

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
domingo, 18 de Março de 2012
De acordo com o Professor Andrew Newman da Georgia Tech, desde de Janeiro de 2011, que se começou a registar actividade sísmica e deformação na caldeira do Vulcão Santorini (Grécia). Existem 26 estações de GPS na ilha, sendo que as estações localizadas na parte norte da ilha apresentaram movimentações laterais entre 5 a 9 cm. Andrew Newman refere que desde então e atendendo às taxas de deformação observadas, estima-se que a câ...
segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012
Nos últimos dias ocorreu um significativo incremento da actividade sísmica localizada a cerca de 50 km a SW do vulcão Santorini (Grécia). Os epicentros deste invulgar enxame sísmico localizam-se no extremo da faixa de orientação SW-NE, activa do ponto de vista sísmico e vulcânico, que atravessa a caldeira de Santorini e se estende até ao vulcão submarino Kolumbus a NE. O número de eventos detectados na Rede Sismológica Helénic...
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.