Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:6f0a748d-0430-4742-80fb-145ca0ed5a96


Mundo ► Ciência

Erupção de 12 de janeiro de 2011 (Foto: gnuckx in AGU 100 Blogosphere)
03-12-2018 09:10
Itália
Novo sistema automático de alerta precoce para erupções vulcânicas

Investigadores desenvolveram um novo sistema automático de alerta precoce para erupções vulcânicas que já ajudou autoridades do governo italiano a alertar o público sobre erupções vulcânicas iminentes em Itália, e poderia fazer o mesmo em todo o mundo, de acordo com os autores do estudo. Este novo estudo foi publicado no Journal of Geophysical Research: Solid Earth, uma revista da American Geophysical Union, onde detalha o novo sistema que monitoriza os ruídos vulcânicos e alerta automaticamente as autoridades oficiais caso uma erupção vulcânica esteja iminente. Os autores do estudo testaram este sistema durante um período de oito anos no Monte Etna (Itália). Usando o novo sistema, no final de 2015, pela primeira vez, o governo italiano ativou um plano de emergência cerca de uma hora antes de uma erupção vulcânica.

 

A maioria dos cerca de 1.500 vulcões ativos em todo o mundo não são monitorizados em tempo real. Muitos vulcões são monitorizados apenas com métodos baseados em ondas sísmicas, que são vibrações das camadas da Terra que podem ser desencadeadas por erupções. No entanto, as ondas sísmicas não nos permitem distinguir muitos dos fenómenos que podem ocorrer aquando uma erupção vulcânica. A maioria dos métodos requer o apoio de especialistas em vulcões e os alertas são enviados somente depois dos vulcões entrarem em erupção.

 

Maurizio Ripepe, geofísico da Universidade de Florença (Itália), e principal autor do novo estudo, defende que os pilotos de aviões, por exemplo, devem saber sobre erupções vulcânicas o mais cedo possível. Em várias ocasiões no passado, os encontros de aeronaves com nuvens de cinzas vulcânicas levaram à falha do motor. O investigador avança que, por vezes, dezenas de segundos podem ser suficientes para salvar vidas e reduzir os danos, mas há necessidade de ter qualquer coisa automática que possa acelerar o procedimento para reduzir o risco.

 

De acordo com Ripepe, os ruídos vulcânicos podem permitir a emissão de alertas precoces de forma rápida e confiável. Ripepe explica que os vulcões geram sons de baixa frequência inaudíveis para os ouvidos humanos durante os processos de erupção, e essas ondas infrassónicas podem viajar milhares de quilómetros e estão mais relacionadas com as erupções vulcânicas do que as ondas sísmicas.

 

No novo estudo, os investigadores ouviram os sons produzidos pelo Monte Etna durante anos, com conjuntos de sensores infravermelhos colocados a 6 km do vulcão, e descobriram que os sensores de infrassons podem identificar com segurança sinais de erupção. De 2008 a 2016, os sensores detetaram 57 das 59 erupções e enviaram alertas aos investigadores cerca de uma hora antes de cada erupção vulcânica. Com esta percentagem de sucesso, o Departamento de Proteção Civil da Itália decidiu usar este novo método como um sistema operacional. “Agora enviamos mensagens SMS e e-mails para as autoridades responsáveis por iniciar um plano de emergência em caso de erupção vulcânica”, informou Ripepe.

 

A 4 de dezembro de 2015, um aviso foi emitido automaticamente para o governo italiano quase duas horas antes de uma erupção, permitindo que, pela primeira vez, o governo ativasse planos de emergência cerca de uma hora antes de uma erupção vulcânica. Nos últimos quatro anos, o sistema automatizado permaneceu operacional na monitorização do Etna e emitiu alertas sem erros.

 

Para estender os benefícios das advertências automatizadas para o resto do mundo, os investigadores devem estudar o infrassom de outros tipos de vulcões. As fases iniciais da erupção no Etna, que permitem alertas precoces, podem ser mais curtas ou completamente ausentes em vulcões com dinâmicas diferentes, de acordo com os autores. Outro obstáculo para a monitorização global é a área de cobertura necessária para monitorizar todos os vulcões ativos em todo o mundo, mas os infrassons podem oferecer uma solução, disse Ripepe.

 

A ideia de um sistema de alerta global seria usar redes infrassónicas (infrasonic arrays) para monitorizar vários vulcões de uma só vez a longas distâncias, disse Ripepe. Numa primeira etapa, os investigadores estudaram um array instalado a centenas de quilómetros de distância do Etna. Como os dados obtidos foram favoráveis, agora estão a analisar arrays instalados até mil quilómetros de distância do vulcão. "Isso abre uma nova maneira de monitorizar vulcões à escala global", disse Ripepe.



Fontes


AGU 100 Blogosphere
ANSA.it

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:6f0a748d-0430-4742-80fb-145ca0ed5a96
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://ivar.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.